Festmag

Cinema e TV no image

Published on Maio 16th, 2011 | by Sofia Ferreira

0

8.º IndieLisboa: and the winner is…

…”The Ballad of Genesis and Lady Jaye”. Mais do que um documentário sobre Genesis P-Orridge, fundador dos Throbbing Gristle e Psychic TV, o filme de Marie Losier, anunciado no passado sábado como o vencedor do Grande Prémio de Longa Metragem “Cidade de Lisboa”, é uma homenagem ao amor entre duas pessoas. Através de entrevistas, imagens e filmes caseiros, Losier documenta a devoção de Genesis pela sua companheira de mais de 15 anos, falecida em 2007.

YouTube Preview Image

“Morgen”, de Marian Crisan, vence o Prémio de Distribuição e “The Story of Elfanko Wessels”, de Erik Moskowitz e Armanda Trager, o Grande Prémio para Curta Metragem. Menções honrosas nessa categoria para “Diane Wellington”, de Arnaud Pallières, “Le Forêt”, de Lionel Rupp, e “The Painting Sellers”, de Juho Kuosmanen.

O prémio para Melhor Longa Metragem Portuguesa é atribuído a “Linha Vermelha”, de José Filipe Costa, que revisita a ocupação da herdade da Torre Bela filmada por Thomas Harlan em 1975 e “O Que Há de Novo no Amor?”, do coletivo de realizadores composto por Hugo Martins, Hugo Alves, Mónica Santana Baptista, Patrícia Raposo, Rui Santos e Tiago Nunes, vence o prémio para Melhor Longa Metragem Portuguesa de Ficção. “Eden” de Daniel Blaufuks é considerado o Melhor Documentário de Longa Metragem Português e João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata ganham a Melhor Curta Metragem Portuguesa com “Alvorada Vermelha”, um impressionante filme-documento sobre o Mercado Vermelho em Macau.

Os prémios do público são atribuídos a “Cleveland Contre Wall Street”, de Jean-Stéphane Bron (Melhor Longa Metragem), “Paris-Shanghai”, de Thomas Cailley (Melhor Curta Metragem”) e “Things You’d Better Not Mix Up” (Prémio Indie Júnior).

A lista completa de vencedores pode ser consultada aqui.

À semelhança do que aconteceu em anos anteriores, o IndieLisboa estende-se a outros pontos do país – dias 19 e 20 de maio a Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão recebe “A Erva do Rato”, de Júlio Bressane, e as curtas e longas premiadas no festival, de 20 a 24 de maio vão passar pelo Teatro Angrense (Angra do Heroísmo) “Pixels”, “Vampires”, “On the Water’s Edge”, “Bummer Summer”, curtas e longas premiadas e Indie Júnior e, dia 22 de maio, “A Letter to Elia” pode ser vista em Guimarães no Centro Cultural Vilaflor. A programação do Cineclube de Santarém de 27 a 29 de maio e do Cineteatro Municipal de Alcobaça dias 29 e 30 deve ser conhecida brevemente.

Siga-nos aqui:

Tags: , ,


About the Author



Comments are closed.

Back to Top ↑
  • PUB

    “Muvi2017”

    “Veracity”

    “VeraMarmelo”

    “MadeofThings”

  • Facebook

  • Maio 2011
    S T Q Q S S D
    « Abr   Jun »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031