Festmag

Cinema e TV no image

Published on Outubro 11th, 2011 | by Sofia Ferreira

0

12.ª Festa do Cinema Francês: um mês de invasões francesas

Está aí mais uma edição da Festa do Cinema Francês que promete encher o país de norte a sul com a melhor produção cinematográfica francesa. Ao todo são mais de 140 filmes que, entre 6 de outubro a 8 de novembro, vão passar pelas cidades de Lisboa (6 a 16 out), Almada (12 a 16 out), Porto e Guimarães (19 a 23 out), Faro (22 a 30 de out) e Coimbra (2 a 8 nov) naquela que é, sem dúvida, uma das maiores celebrações da sétima arte que o nosso país acolhe.

Depois do sucesso do festival no ano anterior, onde foram registados cerca de 33.500 espetadores, a organização volta a apostar numa programação excecional e num leque de convidados de excelência, a começar pela madrinha desta 12.ª edição, Carole Bouquet, uma das mais belas e talentosas atrizes francesas. A musa do realizador espanhol Luis Buñuel em “Cet Obscur Objet du Désir” escolheu cinco filmes que marcaram a sua carreira, entre eles precisamente essa obra de 1977 onde desempenhou o papel de Conchita, tinha Carole apenas 18 anos. “Double Messieurs” de 1984, “Lucie Aubriac” de 1996 (que contará com a presença de Bouquet no dia 14 de outubro no Cinema São Jorge), “Travaux, On Sait Quand Ça Commance” de 2004 e “Trop Belle Pour Toi” de 1988 (onde contracenou com Gérard Depardieu) são os outros filmes selecionados pela atriz como representativos do seu percurso de mais de 30 anos.

YouTube Preview Image

Na secção de Antestreias, uma das mais interessantes desta festa, oportunidade única de acompanhar o melhor e mais recente cinema francês. Entre obras em antestreia nacional e mundial estão alguns dos filmes em competição pelo Prémio do Público como “Demain?” com os portugueses Luís Miguel Cintra, Beatriz Batarda, Teresa Madruga, Adriano Luz e Diogo Dória, “Le Dernier Vol” com Marion Cotillard, “Le Moine” com Vincent Cassel, “De Vrais Mensonges” com Audrey Tautou e “Impardonnables” de André Téchiné com Carole Bouquet, que estará novamente presente no Cinema São Jorge dia 15 de outubro. Fora da competição, destaque para “Elle S’Appelait Sarah” com Kristin Scott Thomas, “Un Homme Qui Crie”, “Ni À Vendre, Ni À Louer” e o documentário “HH, Hitler À Hollywood” (os dois últimos com Maria de Medeiros).

Outro dos pontos altos desta edição é a retrospetiva que o festival dedica à atriz Anouk Aimée. “La Tragedia Di Un Uomo Ridicolo” de Bernardo Bertolucci, “Lola” e “Model Shop” de Jacques Demy, “Un Homme et Une Femme” de Claude Lelouch, “Justine” de George Cukor, “Prêt-À-Porter” de Robert Altman ou “La Dolce Vita” e “Otto e Mezzo” de Federico Fellini são algumas das obras que marcam a carreira de Anouk e que podemos (re)ver na Cinemateca Portuguesa durante todo o mês de outubro.

Em homenagem ao quinquagésimo aniversário da Semana da Crítica do Festival de Cannes, o Instituto Franco-Português preparou uma seleção de 10 filmes para celebrar a ocasião. Na secção “Cannes em Portugal: 50 anos de primeiras vezes” destaque para “Boy Meets Girl” de 1984, “C’est Arrivé Près De Chez Vous” de 1994, “Home” de 2009, com Isabelle Huppert, e “Le Père Nöel A Les Yeux Blues” de 1966, com Jean-Pierre Léaud.

Espaço ainda para o Universo de Animação entre os mais recentes tesouros da animação francesa e o maravilhoso universo de Sylvain Chomet, Grandes Clássicos que convidam a (re)descobrir os filmes de George Méliès e Pierre Etaix (um dos convidados de honra do festival), e Programa Paralelo em parceria com a RTP2. A estação de televisão estatal vai passar sessões duplas dos mais influentes realizadores franceses: Alain Resnais, François Truffaut, Jean-Luc Godard, Robert Bresson e Jacques Demy.

Razões de sobra para aproveitar esta grande Festa do Cinema Francês. Voulez-vous aller au cinema, ce soir?

Siga-nos aqui:

Tags:


About the Author



Comments are closed.

Back to Top ↑