Festmag

Literatura no image

Published on Fevereiro 1st, 2012 | by Carla Luís

0

Tertúlias sobre o romance português contemporâneo

A Fnac do Chiado acolheu ontem a segunda sessão de um ciclo de quatro tertúlias dedicado ao romance português contemporâneo, de 1950 a 2010, conduzidas pelo professor, escritor e ensaísta Miguel Real.

Da morte do romance realista com “A Sibila” de Agustina Bessa-Luís, até aos anos fortes do desconstrutivismo, foram evocados ao longo da sessão nomes como Almeida Faria, José Cardoso Pires, Maria Velho da Costa, Maria Gabriela Llansol, Yvette Centeno, Augusto Abelaira, Saramago e, mais tarde, Maria Isabel Barreno, Urbano Tavares Rodrigues ou Luísa Costa Gomes. Já perto do final, um parêntesis para voltar ao realismo que veria na primeira página de “Uma Abelha na Chuva”, de Carlos de Oliveira, um dos seus expoentes máximos em Portugal.

Esquecidos no fluir da conversa, mas com direito a glória nos momentos finais, Nuno Bragança (sobretudo em “A Noite e o Riso” e “Directa”) e Manuel da Silva Ramos com “Os Três Seios de Novélia” encerraram a segunda sessão do ciclo com chave de ouro.

photo 5

© Nuno Catarino

Numa iniciativa da Associação Agostinho da Silva, o ciclo inaugurou a 17 de janeiro com a dicotomia entre o romance de mercado e romance de autor. A próxima sessão terá lugar a 7 de fevereiro com o regresso, nos anos 80 e 90, à arte de contar uma história. O cosmopolitismo do séc. XXI encerra o ciclo de tertúlias a 14 de fevereiro. Sempre pelas 18:30, na Fnac do Chiado.

Siga-nos aqui:

Tags: , ,


About the Author



Comments are closed.

Back to Top ↑