Festmag

Cinema e TV no image

Published on Abril 7th, 2012 | by Sofia Ferreira

0

8 ½ Festa do Cinema Italiano: Durante um mês os caminhos de Portugal vão dar a Itália

Pelo quinto ano consecutivo, Lisboa recebe mais um 8 ½ Festa do Cinema Italiano. Entre os dias 12 e 19 de abril, pelos cinemas Medeia Monumental, Nimas e Cinemateca Portuguesa vai passar o festival que promove o intercâmbio cultural entre Portugal e Itália e se compromete a encher a capital com o que de mais relevante de faz no novo cinema italiano.

A edição deste ano arranca com o mais recente filme de Paolo Sorrentino “This Must be the Place”, com Sean Penn e Frances McDormand, sobre uma ex-estrela de rock (com um look inspirado em Robert Smith, dos Cure) à procura de um criminoso nazi que humilhou o seu pai durante a guerra. Paolo Sorrentino, que vai estar presente no cinema Medeia Monumental na sexta-feira dia 13 de abril, é, juntamente com o documentarista Pietro Marcelo (“Il Silenzio Di Pelesjan”, “La Bocca Del Lupo” e “Il Passaggio Della Linea”) e o coletivo Flatform, um dos homeageados da secção Focus do festival com a exibição de “La Conseguenze Dell’Amore” de 2004 e “Il Divo” de 2006, um retrato sobre o político Giulio Andreotti.

YouTube Preview Image

Na categoria de competição foram escolhidas algumas obras pela sua ousadia e capacidade expressiva como “Là-Bas”, um romance criminal de um rapaz dos nossos tempos, “Ruggine”, sobre um bando de crianças que vai enfrentar um monstro de carne e osso que violou e assassinou duas meninas ou “Scialla!”, a história de um professor melancólico e um aluno rebelde que, ao descobrir que são pai e filho, se vêem obrigados a uma convivência forçada. Em jogo, nesta secção, estão dois prémios: o prémio oficial selecionado pelo júri composto por Leonor Silveira, Roberto Perpignani e Lorenzo De Stefani e a estreia do prémio do público através de votação direta dos espetadores.

YouTube Preview Image

Para além das habituais secções Il Corto (curtas metragens), Il Documentario e Ascolta, dedicada este ano a Lucio Dalla, um dos maiores intérpretes da canção popular italiana recentemente desaparecido, destaque para Panorama que apresenta uma série de longas metragens produzidas no ano passado como “Il Primo Uomo”, baseado no manuscrito incompleto de “O Primeiro Homem” de Albert Camus a partir do qual a filha reconstruiu o texto publicado em 1994, “Terraferma”, filme de encerramento do festival, e “Il Villaggio Di Cartone” de Ermanno Olmi, a quem a Cinemateca Portuguesa preparou uma retrospetiva completa da sua obra que pode ser vista a partir de dia 17 de abril no Museu do Cinema.

Há espaço ainda para outras iniciativas paralelas como a homenagem a Antonio Tabucchi, falecido no passado dia 25 de março, com a exibição de “Afirma Pereira” no Espaço Nimas a 15 de abril e, em parceria com a Fnac, um ciclo dedicado a Michelangelo Antonioni, no ano em que se celebra o centenário do seu nascimento. Oportunidade única para (re)ver clássicos intemporais como “Zabriskie Point”, “Blow Up”, “L’Avventura”, “Il Grido” e “Le Amiche”.

YouTube Preview Image

À semelhança de anos anteriores, o 8 ½ Festa do Cinema Italiano percorre o país passando pelo Funchal (de 26 a 29 de abril), Coimbra (de 1 a 3 de maio), Guimarães (de 4 a 6 de maio) no âmbito de Guimarães 2012 – Cidade Europeia da Cultura e pelo Porto (de 10 a 13 de maio).

Para mais informações podem consultar o sítio oficial do festival.

Siga-nos aqui:

Tags:


About the Author



Comments are closed.

Back to Top ↑