Festmag

Media no image

Published on Junho 21st, 2012 | by festmag

0

Entrevista a Esther Duflo, esta quinta-feira, na RTP2

A realizadora Graça Castanheira propõe no programa “O Tempo e o Modo” uma entrevista à economista Esther Duflo, esta quinta-feira, 21 de junho, às 23:30, na RTP2.

Esther Duflo nasceu em 1972 em Paris. É professora de economia no MIT em Boston, fundadora do Poverty Action Lab e diretora do Centro de Investigação de Políticas Económicas em países do terceiro mundo. É colaboradora regular do semanário Libération.

Motivada pela responsabilidade que representa ter nascido na “upper class” parisiense, Esther Duflo escolheu ser economista, conciliando investigação e ação. Partindo da interrogação sobre o que é a pobreza, fala-nos do modo como a realidade é materializada pelos políticos. Na verdade, para Duflo, muitas políticas de desenvolvimento, onde a questão da pobreza é o objeto central, são pouco eficazes, porque partem de pressupostos errados sobre a pobreza e os pobres. Uma armadilha a que Duflo chama o “triplo ideologia, ignorância e inércia”.

Para Duflo, as políticas de desenvolvimento estão desfasadas da realidade, baseiam-se em pseudoverdades acerca de quem são os pobres — «os pobres são preguiçosos» — fundamentadas em ideologias e preconceitos. A ideologia resulta, assim, numa profunda ignorância acerca desta população e, subsequentemente, em políticas ineficazes que são mantidas apenas por inércia e rotina do sistema.

Através de métodos científicos, modelados a partir de metodologias de ensaios clínicos, Duflo desconstrói alguns dos estereótipos acerca da pobreza e revela-nos o modo de funcionamento dos ciclos de pobreza: ou seja, por que razão quanto mais pobres forem as pessoas, maior será a probabilidade de assim permanecerem.

YouTube Preview Image

“O Tempo e o Modo” convida onze personalidades de geografias e quadrantes sociais diversos para, em conversas de 30 minutos, refletirem sobre o mundo e o futuro. Trata-se de um retrato a várias vozes da realidade contemporânea que revela as relações profundas existentes entre os nossos modelos de pensamento e as suas consequências nos dias de hoje – para o indivíduo, para a vida e para
o planeta. Uma prova singular de que existe atualmente uma premente interrogação acerca do nosso futuro comum, baseada simultaneamente na aceleração dos fenómenos humanos, naturais e tecnológicos, mas também na inoperabilidade dos nossos modelos de interpretação e de ação sobre o mundo. Uma série que cruza dúvidas e perplexidades comuns com o estimulante pensamento de algumas das mais interessantes personalidades dos nossos tempos.

Tags: , ,


About the Author



Comments are closed.

Back to Top ↑