Festmag

Música no image

Published on Junho 21st, 2012 | by festmag

0

Festival MED 2012 fecha cartaz com últimas confirmações

O Festival MED, um dos mais conceituados festivais de música do mundo do país, que decorre a 29 e 30 de junho no centro histórico de Loulé, já tem o cartaz fechado. Irick Deejay e Clube Conguito são as duas atuações que encerram o palco Castelo. Já os palcos Arca e Bica contarão com a presença dos projetos portugueses Rare Folk, Sheilla na Gig, Blue Dot e The Mencial Project.

A música clássica portuguesa continuará a marcar presença neste festival com o palco Med Classic. A Orquestra do Algarve e o Quarteto de música de Câmara da Orquestra do Algarve irão atuar na Igreja Matriz dia 29 e 30, às 19:30. Apesar de a música ser o tema central deste festival, o artesanato, a gastronomia, a animação de rua e as artes plásticas continuam a ser peças fulcrais para tornar o Festival Med num palco de variadas experiências e de fusão de culturas.

Os jovens do Centro de Expressão Artística do Município de Loulé vão ter também espaço para mostrarem o seu trabalho. Os alunos apresentam-se em concerto dia 29 e 30 de junho, entre as 20:30 e as 21:30, na sala da Alcaidaria do Castelo. Participarão as classes de Flauta de Bisel, Guitarra e Violino, a solo e em modalidades de música de conjunto.

À semelhança dos anos transatos, no âmbito da realização do Festival MED 2012, vai decorrer uma exposição de rua, na área da pintura. Com o tema “Abrindo portas para o Futuro”, a Autarquia de Loulé lançou um desafio à criatividade a 18 artistas para pintarem as molduras das portas e janelas de casas devolutas da zona histórica de Loulé. No resultado final prevalece o espírito de diversidade, encontro e diálogo de culturas.

Assim, durante os dois dias do Festival, o visitante irá deparar-se com várias manifestações de street art espalhadas pelo recinto. Os responsáveis por esta exposição singular são Charlie Holt, Peter de Jong, Teresa Paulino, Alexandre Sequeira, Carlos Vila, Raul Morgado, Teresa Paulino, Aderita, Milita Doré, Jules, Phixo, Franck, Renato Brito R., João Espada, El.Menau, Metis, Joseph Lewin, Mistik e Travis.

No âmbito do Festival MED juntam-se mais três mostras que têm estreia agendada para dia 28 de junho. Trata-se da exposição de fotografia “Egito” de Pedro Barros, que estará em mostra nos Claustros do Convento do Espírito Santo até ao próximo dia 28 de setembro. No mesmo dia será apresentada a exposição de Tomás Colaço e Sofia Aguiar “Memórias Tangerinas” na Galeria de Arte do Convento do Espírito Santo, em exibição até 18 de agosto.

A exposição “Habitar a Escuridão” do destacado fotógrafo Mexicano Marco António poderá igualmente ser vista a partir de dia 28, com final a 30 de agosto, no Cruz no CECAL – Centro de Expressão e Criação Artística no Parque Municipal de Loulé.

Os sabores mediterrânicos são um dos atrativos deste evento. Por isso mesmo a gastronomia continua a ser um dos principais destaques deste festival. Para além da cozinha tradicional portuguesa, o MED vai ter também um conjunto de espaços de restauração dedicados aos sabores tradicionais de países como Espanha, Grécia, Marrocos, Egipto ou Itália. O Chef Chakall volta a ter um espaço próprio no MED, onde os pratos serão elaborados “ao vivo e a cores”.

A cor e a diversidade vão marcar as centenas de bancas de artesanato que vão estar espalhadas pelos becos e ruelas do centro histórico da cidade. A grande aposta é no artesanato internacional, com especial incidência no mediterrânico. Mas as novas tendências do artesanato moderno também vão marcar presença nesta edição do Festival MED.

Os visitantes poderão adquirir uma série de produtos que vão desde a bijutaria, têxteis e vestuário, aos objetos característicos de várias culturas do mundo como os didgeridoos aborígenes, os djambés africanos ou os cachimbos de água e serviços de chá típicos dos países do Magreb.

Os mais novos nunca são esquecidos pela organização, que reedita mais uma vez o espaço MED Kids. Diariamente, das 20:00 às 00:00, decorrem nesta área do festival diversas atividades para entreter as crianças, num ambiente agradável e acolhedor, enquanto os pais aproveitam o festival. O MED Kids e a sua equipa de monitores recebem toas as crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos.

YouTube Preview Image

Os bilhetes encontram-se à venda no Cineteatro Louletano e na Fnac do Algarve Shopping. Nos dias do evento os ingressos poderão também ser adquiridos à entrada do recinto. O bilhete diário custa 12 euros.

Siga-nos aqui:

Tags:


About the Author



Comments are closed.

Back to Top ↑