Festmag

Cinema e TV no image

Published on Novembro 7th, 2012 | by festmag

0

“Florbela”, “Shiver” e “Auguste” vencem BragaCine 2012 (com palmarés)

“Florbela”, de Vicente Alves do Ó, um filme biográfico baseado nos derradeiros anos da vida da poetisa Florbela Espanca (1894-1930) que conhecerá em breve edição em DVD e Bluray, venceu segunda-feira a décima edição do BragaCine – Festival Internacional de Cinema Independente. No mesmo contexto, Dalila Carmo, no papel principal de “Florbela”, recebeu o prémio de melhor atriz. Entre os restantes premiados incluem-se os filmes “Shiver”, de Julian Richards (argumento), “Auguste”, de Amadeu Pena da Silva e Pedro Santasmarinas (curta-metragem), “O Tenente”, de Rafael Antunes (curta-metragem – menção honrosa) e “Berlenga – A Ilha do Farol”, de Paulo César Fajardo (documentário).

Num Portugal atordoado pelo fim da I República, Florbela (Dalila Carmo) separa-se de forma violenta de António (José Neves). Apaixonada por Mário Lage (Albano Jerónimo), refugia-se num novo casamento para encontrar estabilidade e escrever, mas a vida de esposa na província não é conciliável com sua alma inquieta. Não consegue escrever nem amar. Ao receber uma carta do irmão Apeles (Ivo Canelas), oficial da Aviação Naval e de licença em Lisboa, Florbela corre em busca de inspiração perto da elite literária que fervilha na capital.

Na cumplicidade do irmão aviador, Florbela procura um sopro em cada esquina: amantes, revoltas populares, festas de foxtrot e o Tejo que em breve verá o irmão partir num hidroavião. O marido tenta resgatá-la para a normalidade, mas como dar norte a quem tem sede de infinito? Entre a realidade e o sonho, os poemas surgem quando o tempo pára. Nesse imaginário febril de Florbela, neva dentro de casa, esvoaçam folhas na sala, panteras ganham vida e apenas os seus poemas a mantêm sã.

O filme é o retrato íntimo de Florbela Espanca: não de toda a sua vida cheia de sofrimento, mas de um momento no tempo, em busca de inspiração, uma mulher que viveu de forma intensa e não conseguiu amar docemente.

Palmarés do 10.º BragaCine

Melhor Filme
“Florbela”, de Vicente Alves do Ó

YouTube Preview Image

Melhor Argumento
“Shiver”, de Julian Richards; argumento e produção de Robert Weinbach

Melhor Atriz
Dalila Carmo em “Florbela”, de Vicente Alves do Ó

Melhor Ator
Xojé Manuel Oliveira em “Sinbad”, de Antón Dobao

Melhor Curta-Metragem
“Auguste”, de Amadeu Pena da Silva e Pedro Santasmarinas

YouTube Preview Image

Melhor Curta-Metragem – ex-aequo
“O Tenente”, de Rafael Antunes

YouTube Preview Image

Melhor Documentário
“Berlenga – A Ilha do Farol”, de Paulo César Fajardo

YouTube Preview Image

Homenagens
Anabela Teixeira, Danielle Harris, José Carlos Oliveira, Robert Weinbach e Tony Costa.

O 10.º BragaCine – Festival Internacional de Cinema Independente decorreu entre os dias 3 e 5 de novembro de 2012, no Complexo 2, Auditório B1 do Campus Gualtar, Universidade do Minho, em Braga.

Siga-nos aqui:

Tags: , , , , , , , ,


About the Author



Comments are closed.

Back to Top ↑
  • PUB

    “Muvi2017”

    “Veracity”

    “VeraMarmelo”

    “MadeofThings”

  • Facebook

  • Novembro 2012
    S T Q Q S S D
    « Out   Dez »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930