Festmag

Cinema e TV no image

Published on Outubro 7th, 2013 | by festmag

0

Córtex regressa a Sintra para a 4.ª edição

De 10 a 13 de outubro, o Córtex 2013 – Festival de Curtas Metragens de Sintra exibe uma seleção das mais recentes curtas nacionais e internacionais, no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra.

O festival selecionou este ano 17 curtas-metragens para a Competição Nacional e seis para a Competição Internacional. Depois de homenagear António Campos na edição de 2012, o Córtex reserva para 2013 uma homenagem ao cineasta João César Monteiro, no ano em que se assinalam os 10 anos do seu falecimento, dedicando-lhe a sessão de abertura do festival com a exibição de nove curtas-metragens do cineasta.

A partir de 10 de outubro e até ao final do festival estará também patente uma exposição de fotografias de rodagem do realizador no Centro Cultural Olga Cadaval. Terá por fim lugar um debate com a presença de atores, produtores, técnicos, entre outros, que trabalharam e fizeram parte da vida do cineasta, assim como de novos realizadores cujo trabalho é influenciado pela obra de João César Monteiro. Assim é criada uma nova sinergia que assenta na troca de ideias entre os profissionais de cinema reconhecidos e os novos talentos criativos, oferecendo ao público um papel ativo na discussão e na partilha de opiniões.

A Competição Nacional apresenta, este ano, nos dias 11 e 12 de outubro, sexta e sábado, 17 curtas-metragens produzidas entre 2012 e 2013. Os filmes a concurso são: “A Palestra”, Bruno D’Almeida (FIC); “Carrotrope”, Paulo D’Alva (ANIM); “Deus Dará”, Tiago Rosarosso (FIC); “Fonte Longa”, Luís Costa (DOC); “Gambozinos”, João Nicolau (FIC); “Herdade dos Defuntos”, Patrick Mendes (FIC); “Luminita”, André Marques (FIC); “Má Raça”, André Santos e Marco Leão (FIC); “Na Escama do Dragão”, Ivo. M.Pereira (FIC); “O Coveiro”, André Gil Mata (ANIM); “O Facínora”, Paulo Abreu (FIC); “Primária”, Hugo Pires (DOC); “Rei Inútil”, Telmo Churro (FIC); “Rhoma Acans”, Leonor Teles (DOC); “Teles”, José Magro (DOC); ”Torres”, André Guiomar (FIC); “Um Rio Chamado Ave”, Luís Alves de Matos (DOC).

Da Bélgica, Espanha, França e Turquia chegam seis curtas-metragens para integrar a Competição Internacional que este ano encerra o festival. Os títulos dos filmes apurados são: “Aquel No Era Yo”, Esteban Crespo (Espanha); “Le Cri du Homard”, Nicola Guiot (Bélgica); “Le Maiollot de Bain”, Mathilde Bayle (França); “Les Lézards”, Vicent Mariette (França); “Los Demonios”, Miguel Azurmendi (Espanha); “Sessiz/Be Deng”, Rezan Yesilbas (Turquia).

As curtas concorrem ao Prémio do Júri e ao Prémio do Público para a Competição Nacional e ao Prémio do Júri para a Competição Internacional. O júri é composto pela atriz Carla Chambel, a realizadora Graça Castanheira, o programador e realizador José Vieira Mendes, a Marta Fernandes (Distribuição e Marketing da Midas Filmes) e o jornalista Nuno Galopim.

Siga-nos aqui:

Tags:


About the Author



Comments are closed.

Back to Top ↑