Festmag

Cinema e TV

Published on Fevereiro 5th, 2014 | by festmag

34.º Fantasporto com muito cinema nacional

O Fantasporto 2014 realiza-se de 28 de fevereiro a 9 de março no Rivoli Teatro Municipal, no Porto, com 190 filmes vindos de 33 países, apresentando este ano 53 filmes portugueses em antestreia mundial, incluindo duas longas-metragens.

Esta é a primeira vez em 34 anos de festival que o cinema nacional está presente em todas as secções competitivas a que podem aceder obras feitas em Portugal.

Além da competição de Cinema Português, haverá filmes nacionais nas competições Cinema Fantástico, Semana dos Realizadores, com uma longa-metragem em cada, e também no Fantas Shorts onde estão presentes duas curtas-metragens portuguesas. Entre as secções competitivas, só a “Orient Express” – dedicada exclusivamente ao dinâmico cinema dos países do Extremo Oriente – é que não tem, por razões óbvias, concorrentes nacionais.

Entre os 53 filmes portugueses a concurso – todos eles inéditos – há duas longas-metragens, a primeira das quais é a co-produção luso-guineense “O Espinho da Rosa”, de Filipe Henriques (na foto), que concorre na Secção Cinema Fantástico. Filmado em Bissau, “O Espinho e a Rosa” tem como protagonista um procurador do Ministério Público muito bem sucedido que se vê ameaçado pelos terríveis segredos de Rosa, uma bela e misteriosa mulher pela qual está apaixonado.

A segunda longa-metragem nacional a concurso é “Pecado Fatal”, do produtor, argumentista e realizador Luís Diogo – autor das curtas-metragens “Noite Gélida em Castelo Branco” (2011) e “Desta Água…” (2010) – que representa Portugal na competição “Semana dos Realizadores – Prémio Manoel de Oliveira”, consagrada ao cinema não de género, assim como a realizadores importantes dados a conhecer pelo Fantasporto. “Pecado Fatal” está centrado na história do relacionamento passional entre um rapaz e uma rapariga que começa numa saída nocturna em que há crime, esquecimento e memórias inexplicadas que podem comprometer a relação.

As outras presenças portuguesas nas competições internacionais do Fantas incluem as curtas-metragens “Project Gideon”, do estudante Fabrício de Carvalho, e “Blind Date”, da actriz-realizadora Cláudia Clemente, com montagem de Edgar Pera, que se apresentam no Fantas Shorts, a competição destinada às curtas de cinema fantástico.

Outras cinco curtas nacionais concorrem, com as duas longas já citadas, ao Prémio Cinema Português, destinado ao melhor filme nacional. A participação nacional no Fantas 2014 completa-se com as 44 curtas-metragens apresentadas por oito escolas de cinema nacionais.

O cinema português está ainda presente no Fantas 2014 através da retrospetiva em que o festival homenageia o produtor Henrique Espírito Santo, que tem na sua filmografia mais de 70 títulos portugueses e estrangeiros, tendo trabalhado com realizadores como José Fonseca e Costa, Manoel de Oliveira, António da Cunha Telles, João César Monteiro, entre outros.

YouTube Preview Image

Está ainda programada a longa-metragem “Eclipse em Portugal”, de 2014, de Alexandre Cebrian Valente, que antestreia em Portugal a 14 de fevereiro. O elenco deste filme inclui uma série de estrelas do cinema e televisão nacionais, que estarão presentes no festival.

Siga-nos aqui:

Tags: ,


About the Author



Back to Top ↑
  • PUB

    “Muvi2017”

    “Veracity”

    “VeraMarmelo”

    “MadeofThings”

  • Facebook

  • Fevereiro 2014
    S T Q Q S S D
    « Jan   Mar »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    2425262728