Festmag

Música

Published on Março 27th, 2014 | by Paula Lagarto

0

Reverence Valada recebe 60 artistas a 12 e 13 de setembro

A primeira edição do festival Reverence Valada deve somar cerca de 60 bandas e dj’s em setembro, vai fazer lembrar os cartazes do Austin Psych Fest, mas a organização promete desde já “melhor comida” ou não se estivesse a falar do Ribatejo.

Para já estão confirmados nomes como Hawkwind, Electric Wizard, Mão Morta, Red Fang, Psychic TV, Ringo Deathstarr, Black Bombaim, Telescopes, White Hills, The Wytches, Moon Duo, Woods ou Sonic Jesus. O festival vai decorrer durante dois dias, começando na sexta-feira, dia 12 de setembro, com concertos entre as 17:00 e as 06:00. Para sábado, dia 13, a agenda vai incluir atuações desde meio do dia até às 06:00.

“Vão decorrer outras iniciativas à margem do festival em Valada durante esses períodos e provavelmente também na quinta-feira para as pessoas que decidam ir mais cedo”, contou Nick Allport, da organização, à Festmag. Acompanhando o panorama psicadélico é inevitável uma comparação entre o cartaz do Reverence e um dos expoentes internacionais: o Austin Psych Fest (APF). E Nick Allport admite que muitos dos projetos são semelhantes ao que acontece do outro lado do oceano Atlântico.

“Mas vamos ter coisas mais pesadas, também. Se calhar é um cruzamento entre o APF e o Roadburn. Mas com melhor comida”, garantiu o britânico, que tem liderado as Cartaxo Sessions. Falando do que sabe, Nick Allport ainda comentou à Festmag que parece que Portugal tem muitos festivais de música, o que é uma observação afinal relativa quando comparado com outros países.

“É difícil trazer bandas cá porque não há dinheiro para pagar grandes valores e é mais atrativo para as bandas virem para grandes eventos, onde podem tocar para maiores multidões”, afirmou. Mesmo não sendo fã de grandes festivais, Nick Allport acabou por ir a muitos, mas optou por se sentar na relva junto aos palcos mais pequenos, ou seja uma atmosfera que espera que o Reverence consiga.

Num outro resumo do que se pode esperar deste festival, o britânico acrescentou que se trata de um grupo de pessoas que gosta de um determinado tipo de música e juntou-se. “Não há nada de particularmente perspicaz ou diferente naquilo que estamos a fazer. É apenas uma oportunidade para ver um conjunto de bandas, que habitualmente não atuam em Portugal, num único local”.

E ao público reservam-se missões, que devem ser simples de cumprir. “só têm de aparecer, beber cerveja, comer e ver as bandas. É tão simples, quanto isso”, concluiu Nick Allport, à Festmag. Enquanto não surgem mais confirmações ficam por aqui as informações quanto a preços: o passe para dois dias, se comprado até 30 de junho, custa 55 euros e depois passa para 70 euros. O bilhete diário é vendido a 38 euros e há zona de campismo.

Valada2014

Siga-nos aqui:

Tags:


About the Author



Comments are closed.

Back to Top ↑