Festmag

Música

Published on Abril 27th, 2017 | by António José Antunes

0

Reportagem | Maze: o hip-hop invicto e convicto

A liberdade é o oposto da conformidade. Maze veio a Coimbra na véspera do 25 de Abril, provar que nunca nos devemos acomodar.

Com o Festival Santos da Casa a chegar ao fim, foi a vez do hip-hop dar a sua bênção, e nada melhor que trazer a Coimbra um dos seus maiores representantes nacionais. A passear estilo e classe há quase 20 anos, Maze, o rapper dos Dealema veio apresentar a Coimbra o álbum homónimo lançado em 2016.

Se alguma dúvida houvesse de que o hip-hop tem público em Coimbra, ela teria ficado dissipada no passado sábado. Numa sala onde se abanou, dançou e cantou em conjunto, fez-se uma enorme pequena festa. Quem estava em palco deu tudo o que tinha e quem estava no público absorveu o máximo que pôde.

Maze demonstra que a experiência é arma de todas as virtudes e é com elas que alimenta toda aquela corrente hip-hop que lhe corre na alma. Bebe soul, disco, funk e até algum jazz, e com aquela característica tão normal no hip-hop corta e cola beats, para logo de seguida com uma batida certeira encaminhar tudo no sentido correto.

A mostrar quase na íntegra o seu disco, Maze iniciou a noite a toda a velocidade com “A Vida Acontece”, “Moinhos de Vento”, “Cidade Cinzenta” cantando a vivências da cidade do Porto, pondo sempre em foco o estado social das coisas. Pelo meio dos temas do seu primeiro e até agora único trabalho, houve tempo para revisitar temas dos Dealema como “Bom Dia” ou “Nada Dura Para Sempre” ou até para cantar temas dos seus irmãos de armas “Brilhantes Diamantes” de Serial ou “Começar de Novo” tema produzido para a TVChelas e que contou com a sempre eficiente mão de Sam The Kid.

YouTube Preview Image

Sempre a recorrer a força política da palavra Maze, vai adornando de forma sempre muito eficiente e certeira os problemas de uma sociedade que não se pode calar, conformar ou abater pelo estado das coisas. A mensagem não poderia ser mais precisa e mais exata, principalmente estando nós numa véspera do 25 de Abril.

Por fim, quero dar em nome da Festmag, um enorme abraço de parabéns pelos 25 anos dos Santos da Casa ao Fausto Silva e ao Nuno Ávila, e agradecer-lhes por tudo o que têm feito ao longo destes anos em prol da música portuguesa.

O nosso agradecimento aos Santos da Casa e Salão Brazil.

Tags: , , , , ,


About the Author



Comments are closed.

Back to Top ↑